Jogo do pau

Jogo do pau em Fafe

O Jogo do Pau desenvolveu-se no Norte de Portugal (Alto Minho e Trás-os-Montes) como uma arte de defesa que podia resolver problemas de maus encontros com salteadores ou como recurso em acções violentas (famílias ou terras rivais, ajustes de contas, etc.).
O declínio rápido do Jogo do Pau no Norte, durante o século XX, deveu-se ao que parece a dois factores: à vulgarização da arma de fogo como instrumento para os mesmos fins, e à dispersão dos jogadores pela emigração. Nos finais dos anos 70 restavam alguns antigos jogadores idosos e isolados, que não praticavam há dezenas de anos, e escolas em Cabeceiras de Basto, em Salto (Montalegre) e em Fafe.

A destruição de Lidice

Lidice

Todos sabemos que na 2ª Guerra Mundial se cometeram barbaridades inomináveis. Um destes actos foi a destruição da aldeia checa de Lidice, no pressuposto que os seus habitantes tinham ajudado os assassinos de Reinhard Heydrich, a segunda figura mais importante das SS, logo a seguir a Himmler, e o autor da solução final.

Read more: A destruição de Lidice

Lebensborn

Lebensborn

Aqui há tempos, numa das minhas deambulações pelos canais da TV Cabo, estava a passar um documentário sobre a Lebensborn.
Este foi mais um dos mirabolantes e tenebrosos projectos de Himmler para prosseguir a sua política de eugenia.
Vulgarmente, a ideia propalada sobre a Lebensborn é que esta era uma instituição de reprodução compulsiva, ou um sub-género de bordel dos SS com fins reprodutivos.

Read more: Lebensborn

Ano mil

Castelo de Guimarães

O estudo e a leitura de algumas das mais belas páginas de história poderá ser uma experiência enriquecedora, até no plano literário...
Vejam só como Georges Duby descreve o ano mil do nosso Ocidente da cristandade:

Pouquíssimos homens - solidões que para o ocidente, para o norte, para o leste se estendem, se tornam imensas e acabam por cobrir tudo - maninhos, brejos, rios vagabundos, e as charnecas, as matas de corte, os pastos, todas as formas degradadas da floresta que os fogos das brenhas e as semeaduras furtivas dos queimadores de bosques deixam atras de si - aqui e além clareiras, um solo conquistado desta vez, mas apenas meio domado; sulcos ligeiros, irrisórios, traçados numa terra indócil por alfaias de madeira arrastadas por magros bois;

Read more: Ano mil