Torre de Hércules

Torre de Hércules

A Torre de Hércules localiza-se no extremo Norte da península corunhesa, a uns 1.600 metros do centro da cidade da Corunha, na Galiza, Espanha.

Torre de Hércules

Monumento nacional, é o mais antigo, ilustre e representativo da Corunha, e o elemento principal do seu escudo. É o único farol romano que existe no mundo e que continua a cumprir a sua função.
Em 27 de junho de 2009 foi declarado Património da Humanidade pela UNESCO.

Torre de Hércules

Foi construído na cidade de Brigantium, no século II, durante os mandatos dos Imperadores romanos Trajano e Adriano, por um arquitecto chamado Gaio Sévio Lupo, natural da cidade de Aeminium (actual Coimbra), e tinha como função servir de farol de navegação.
A torre possivelmente perdeu o seu uso marítimo durante a Idade Média, quando foi convertida em fortificação.
Em 1682, o duque de Uceda encarregou o arquitecto Amaro Antune da restauração da estrutura. Este construiu uma escada de madeira que atravessa as abóbadas para a parte superior, onde dispôs as pequenas torres que suportam o farol.
Foi no reinado de Carlos IV de Espanha que ficou completa a sua reconstrução, tendo os trabalhos sido iniciados em 1788. A obra neoclássica terminou em 1791 sob a direcção de Eustaquio Giannini.
Após as reformas, passou a constituir-se numa torre e num farol. De planta quadrada, ergue-se a uma altura de 68 metros. O conjunto é constituído por três corpos: o inferior, de base quadrada com 11,60 metros de largura e 34,60 metros de altura; um intermédio, de menores dimensões, de secção octogonal; e um terceiro, menor ainda, também de secção octogonal, que suporta a construção cilíndrica em vidro que protege a lanterna do farol.

Corunha
Ao subir os seus 242 degraus, pode-se apreciar a vista panorâmica da linha de costa e do oceano Atlântico.

Fonte: Wikipedia

 

Share this post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Add your comment

Your name:
Subject:
Comment: