A Leoa Ferida

A Leoa Ferida

Anónimo - Século VII a. C. (Londres, British Museum)

Na arte, os assírios inspiraram-se fortemente nas realizações sumérias, todavia reinterpretaram-nas e deram-lhes um carácter próprio. Nos baixos-relevos, as caçadas régias aos leões são um tema recorrente para a glorificação pessoal do monarca. Destes, sempre me impressionou esta imagem da leoa moribunda, do palácio de Assurbanipal, que possui (como diz H. W. Janson) “uma inesquecível grandeza trágica”.

Read more: A Leoa Ferida

Mosteiro de Refojos de Basto

Mosteiro de Refojos de Basto

Está provada a existência de um mosteiro beneditino neste local desde o século XII. Deste período pouco ou nada resta. A principal campanha de obras, que configurou a igreja tal como hoje a conhecemos - considerada a mais monumental da Ordem e a única com zimbório -, teve início em 1755, ano em que se lançou a primeira pedra do novo templo, e que, apesar das dificuldades de implementação, foi sagrado 16 anos mais tarde, em 1766.

Read more: Mosteiro de Refojos de Basto

Igreja de S. Martin

Igreja de San Martin

A Igreja de San Martin localiza-se no centro histórico da cidade de Segóvia. A sua origem remonta ao século XII, sendo a construção em estilo românico, com influências moçárabes.

Read more: Igreja de S. Martin

A Grande Vaga

A Grande Vaga

Hokusai (1760-1849), é, sem dúvida, o mais famoso artista japonês no Ocidente, apesar de só conhecermos um reduzido número dos seus mais de 30.000 trabalhos. Ele era inquieto, excêntrico e a sua obra foi tão extravagante como ele próprio - um modernista antes do seu tempo. Era pouco dado a convenções e viveu sempre crivado de dívidas. Mudava de residência e de pseudónimo várias vezes. O desenho de Hokusai é de uma total mestria e de um perfeito virtuosismo. A simplicidade arrojada dos seus desenhos e a utilização da cor influenciou grandemente artistas europeus, especialmente Édouard Manet e o seu círculo.

Read more: A Grande Vaga