Jacob Backer

Jacob Backer

"Granida e Daifilo", Ano: c.1637

Jacob Backer (1609-1651). O pintor Jacob Adriaensz Backer, contemporâneo de Rembrandt, foi um pintor de sucesso na Idade do Ouro e um dos mais eminentes artistas de Amesterdão nos anos 40 do século XVII. Os seus contemporâneos admiravam-lhe a técnica requintada dos seus retratos.

Esta fama não chegou aos nossos dias e, agora, é quase desconhecido. Desde o século XIX que Rembrandt centrou em si todas as atenções dos amantes de arte e ofuscou praticamente todos os seus contemporâneos.
Durante muito tempo, pensou-se, incorretamente, que Backer tinha sido aluno de Rembrandt. E embora o seu trabalho, numa fase inicial, tenha traços semelhantes, rapidamente a sua obra reflete quase o oposto do trabalho de Rembrandt. Ao realismo, Backer apresenta-nos um idealismo, onde é quase impossível reconhecer uma emoção.
É considerado um dos pioneiros do classicismo, em Amesterdão, por causa das suas grandes composições de cores vivas e equilibradas.
Sabe-se que, à semelhança de Rembrandt, trabalhou para o negociante de arte Hendrick Uylenburgh. Tornou-se um pintor da moda, com um prolixo e intenso trabalho. Estão-lhe atribuídas cerca de 140 obras, num período de duas décadas.
Ao contrário de Rembrandt, não teve uma vida atribulada, cheia de dívidas e processos judiciais. Os registos dão-nos uma imagem de Backer como um autêntico cavalheiro, respeitado por todos.

Share this post

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Add your comment

Your name:
Subject:
Comment: